Medicina Dentária - Clinica Médica e Dentária Acúcio, Lda

Ir para o conteúdo

Menu principal:

Consulta para diagnóstico, RX e orçamento de Segunda a Sexta das 09:00 às 20:00
Dispomos de laboratório próprio de próteses dentárias com capacidade de efetuar quaisquer tipos de próteses dentárias.

Fazemos na hora serviços de:
   Conserto e acréscimo de dentes em próteses
   Reembasamento de próteses
   Placa de bruxismo e branqueamento
Em caso de urgência é possível fazer uma prótese removível em 24 horas. Trabalho de próteses fixas em cerâmica em 1 semana.

Valências:


Implantologia

A implantologia permite repôr os dentes perdidos, através da colocação de implantes dentários, são dispositivos médicos fabricados em titânio que funcionam como uma raiz artificial e suportarão um dente em cerâmica de modo a alcançar a máxima estética e funcionalidade.
Os implantes são utilizados na perda total ou parcial dos dentes. No caso de perda total não é necessário 1 implante por dente. Nestes casos são colocados de 4 a 6 implantes para reabilitar uma arcada com prótese fixa. Em casos de desdentados totais pode-se colocar 2 implantes que suportam uma prótese acrílica removível, proporcionando grande estabilidade à prótese sem que seja preciso o uso de qualquer creme fixador.
As reabilitações com implantes proporcionam ao paciente estética, conforto, segurança e uma mastigação eficaz.
.
Prótese dentária fixa
 
As próteses dentárias fixas são as coroas e as pontes.
As coroas são estruturas em cerâmica pura, metalo-cerâmica ou metalo-acrílica utilizadas para revestir um dente natural, nos casos de fratura de uma das paredes ou mesmo de todo o dente, desde que a raíz esteja devidadamente integra.
Já as pontes são coroas que se fixam em 2 ou mais dentes e que servem para suportar dentes suspensos, de modo a colmatar o espaço, devido a perda ou má posicionamento dos dentes.
Prótese dentária removível

As próteses dentárias removíveis podem ser totais ou parciais, cujo maior benefício  é poderem ser retiradas para higienização. São  confeccionadas em acrílico, esqueleto de metal em acrílico (esquelética ) ou flexível ( nylon).
Prótese total utilizada na ausência total de dentes, a grande maioria é confeccionada em acrílico, dado o seu peso, resistência, durabilidade e custo. Podem também ser flexíveis cuja maior vantagem é o conforto, embora tenha uma durabilidade muito inferior é um custo mais elevado.
Prótese parcial é indicada para reabilitar os dentes perdidos que não tenham indicação para prótese fixa. São próteses em acrílico, esquelética ou flexível. Dentro das próteses parciais a que se destacar a prótese esquelética dado o conforto, resistência e durabilidade.
 
Dentisteria Estética

É o ramo da medicina dentária que trata da recuperação dos dentes com alteração da forma, estética e funcão.
Esta área também faz o clareamento dentário, com uso de resinas diretas, peeling gengival, facetas e restaurações estéticas (lentes de contato dentária).
O seu principal foco é a eliminação da cárie seguida da restauração estética funcional, já que a permanência de cáries pode causar problemas a vários níveis, para  além do mastigatório.
A restauração estética pode ser direta ou indireta. Na restauração direta a resina restauradora é aplicada diretamente no dente restabelecendo a forma, função e estética dentária. A restauração indireta em cerâmica é feita em laboratório de prótese e posteriormente é cimentada no dente. É muito utilizada quando as restaurações são extensas ou locais sujeitos a grande força mecânica. Nos dentes anteriores onde o força mastigatória não é tão pronunciada e a estética é de extrema relevância utliza-se facetas restauradoras em cerâmica.
 
Branqueamento Dentário

Trata-se de uma técnica que sem desgastar os dentes, torna-os mais claros. Isto acontece devido a um processo de oxidação dos pigmentos, alterando a cor do esmalte e atenuando a cor da destina é utilizado um gel de peróxido de carbamida de acesso exclusivo a profissionais. Atualmente existe duas técnicas:
  Convencional com moldeira individual com aplicação do gel branqueados dentro da mesma e faz-se em casa, por um período de tempo de 3 a 5 dias.
  Branqueamento a laser, realizado dentro do consultório leva por volta 30 a 50 minutos. Mais agressivo e menos duradouro.
Há que referir que ambas as técnicas dão sensibilidade dentária durante os primeiros dias. A ingestão ou exposição dos dentes a alimentos ou agentes que libertam cores intensas podem manchar os dentes, exemplo frutos silvestres, cereja, café,  tabaco entre outros.  
Higiene Oral

A higiene oral é uma área da medicina dentária direcionada para a prevenção e terapêutica das doenças orais mais comuns tais como cáries, tártaro, doença periodontal entre outros. O principal objetivo é a manutenção de uma boa saúde oral.
As consultas de Higiene Oral consistem em:
• Destartarização
Remoção de manchas (Jacto de bicarbonato)
Aplicação de flúor.
.
 
Radiologia Digital

Na radiologia digital, o filme convencional é substituído por um sensor que capta  a energia do raio-X, e posteriormente é lida por um equipamento moderno de computação, o que proporciona uma imagem de alta resolução e baixíssima exposição as ondas de RX, em comparação com a película convencional.
Este meio complementar de diagnostico possibilita-nos ter uma imagem de tamanho real das estruturas sem distorção. É uma ferramenta fundamental para um bom diagnostico e planeamento do tratamento, uma vez que podemos fazer medições precisas, visualizações em diversos ângulos e o contraste das diferentes estruturas envolvidas.
Destartarização

 
Vulgarmente conhecida como “limpeza dentária”, a destartarização é muito importante para uma boa saúde oral.
 
Sempre realizada por um profissional, dentista ou higienista, a destartarização consiste na remoção da placa bacteriana e tártaro das superfícies dentárias, reduzindo a acumulação de bactérias e prevenindo eventuais inflamações gengivais.
 
Cirurgia Oral

A cirurgia oral é a área da Medicina dentária que se ocupa com as manobras mais invasivas e delicadas tais como:

  • extrações dentarias(dentes expostos e inclusos),
  • drenagens de abcessos
  • remoção de quistos
  • biopsia e exerese de lesões e tumores
  • enxertos de tecidos moles e duros
  • levantamento seio maxilar
  • redireccionamento de trajetos nervosos
  • intervenção nas estruturas anexas da cavidade oral
Endodontia

É a área da medicina dentária responsável pelo tratamento da polpa dentária, de todo o sistema radicular, tecidos periapicais e das doenças que os afligem. É vulgarmente chamada desvitalização podendo ser feita em uma ou mais sessões até o selamento da polpa e sistema radicular.
É o tratamento de eleição nos casos de lesões por cárie, fraturas dentárias, trauma dentário, trauma originária de aparelhos dentários, lesões decorrentes de desvitalizações prévias e necessidades protéticas com manutenção do dente.
O tratamento endodôntico (desvitalização) está indicado, para a manutenção do dente na cavidade bucal, e a saúde dos tecidos periapicais.
Odontopediatria

A Odontopediatria é a área da Medicina Dentária dedicada à saúde oral dos bébés, crianças e adolescentes, com o objetivo de que os pacientes atinjam a idade adulta com uma boca sã, estética e funcional, e a possam conservar assim durante toda a vida.
O paciente infantil pode sofrer cáries, traumatismos, alterações da erupção dentária e outros problemas que podem afetar negativamente a saúde oral presente e futura.
O objetivo de um tratamento precoce é o restabelecimento das condições normais para um ótimo crescimento, desenvolvimento e funcionalidade das peças dentárias.
O êxito do tratamento odonto-pediátrico não é apenas a realização do mesmo, mas também lograr uma atitude positiva da criança e responsáveis para com a prevenção e manutenção da saúde oral.
Odontogeriatria

 
É a medicina dentária voltada para os idosos. É dada atenção especial aos problemas bucais relacionados com o avançar da idade uma vez que aumenta a incidência de cáries e a doença periodontal.
No idoso a mucosa oral torna-se mais fina e friável, a saliva é menos abundante, ocorre retração das gengivas e exposição da raiz dentária. Dentes com maior desgaste, coloração mais escuras e com menos sensibilidade. A agravar temos ainda a má higiene oral e nutricional com diminuição do paladar e como consequência o aumento na ingestão de condimentos, sal e açúcar, o que contribui para o aumento da incidência e ou controlo de doenças sistémicas pré existentes.
Temos ainda que ter em conta nos idosos a falta de cuidados dentários especiais, tal como o uso de próteses dentárias com muitos anos, mal adaptadas e cuja funcionalidade está deteriorada, o que causa o agravamento da doença periodontal, lesões gengivais e comprometimento dos dentes remanescente.
 
Copyright 2016. Todos os direitos reservados.
Voltar para o conteúdo | Voltar para o Menu principal